Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Unila inicia atividades de Ensino Remoto Emergencial em Foz do Iguaçu

Unila inicia atividades de Ensino Remoto Emergencial em Foz do Iguaçu

Postado em 21/09/2020 por

Compartilhe Agora!

Calendário prossegue até 23/12, com adesão facultativa para professores e alunos dos cursos de graduação e pós-graduação.

Imagem: Unila / Arquivo.

A Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila) iniciou nesta segunda-feira (21) o período de Ensino Remoto Emergencial (ERE), uma alternativa para minimizar os impactos da pandemia de covid-19 nas atividades acadêmicas para os cursos de modalidade presencial, da graduação e pós-graduação. O prazo para conclusão das atividades é até 23 de dezembro.

O Ensino Remoto Emergencial foi aprovado pela Comissão Superior de Ensino (COSUEN) no dia 14 de agosto, a partir da proposta elaborada pela Comissão de Acompanhamento e Planejamento de Atividades Acadêmicas, criada no final de junho especialmente para definir estratégias para o ensino neste período de pandemia. As aulas presenciais na Unila estão suspensas desde 17 de março.

A adesão ao ensino remoto emergencial é facultativa, tanto para professores como para alunos, para minimizar os impactos para os integrantes da comunidade com dificuldade de acesso à internet. As disciplinas oferecidas foram definidas pelos docentes em conjunto com os colegiados de cursos e são equivalentes às previstas nos Projetos Pedagógicos dos Cursos, com cronogramas flexibilizados e no formato de módulos.

As atividades poderão ser realizadas em tempo real (síncronas), no ambiente virtual de aprendizagem, e também off-line ou em momentos distintos (assíncronas). Para garantir o acesso gratuito dos discentes, será utilizado o sistema própria da Unila, mas os professores também poderão utilizar ferramentas digitais complementares, desde que todos os estudantes tenham acesso.

Para auxiliar os estudantes com dificuldades de acesso à internet, a Unila aderiu ao programa “Alunos Conectados”, do Ministério da Educação (MEC). Além disso, a Universidade está criando programas próprios com esta finalidade.

Durante o período de Ensino Remoto Emergencial, os serviços de atenção psicológica, pedagógica e a portadores de deficiência continuam sendo realizados pelos setores responsáveis, mesmo que de forma remota. A Universidade também organizou um programa de capacitação para os docentes, incluindo temas como o uso de recursos tecnológicos voltados à educação.

Para auxiliar docentes e discentes, foi criada uma página especial no site da Unila com as principais informações sobre o Ensino Remoto Emergencial. Na página, podem ser consultadas as orientações sobre o uso da Biblioteca e de laboratórios, sobre ferramentas a serem utilizadas e informações sobre diferentes setores envolvidos no processo. Dúvidas também podem ser esclarecidas por meio dos FAQs (questionário de perguntas frequentes).

Assessoria Unila.

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.