Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Foz do Iguaçu tem saldo positivo de empregos pela primeira vez desde o início da pandemia (30/10)

Foz do Iguaçu tem saldo positivo de empregos pela primeira vez desde o início da pandemia (30/10)

Postado em 30/10/2020 por

Compartilhe Agora!

Dados atualizados do mercado formal, divulgados pelo Ministério da Economia, são referentes ao mês de setembro.

Imagem: Agência Municipal de Notícias / Arquivo.

O Ministério da Economia divulgou, nesta quinta-feira (29), os números atualizados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que leva em conta os empregos disponíveis no mercado formal de trabalho em todo o país.

No tocante à cidade de Foz do Iguaçu, os números do mês de setembro (os de outubro serão compilados somente no final do próximo mês) revelam que as empresas da cidade contrataram 1.696 trabalhadores e demitiram 1.475, gerando saldo positivo de 221 postos de trabalho recuperados na economia local.

Setembro foi, também, o primeiro mês desde o início da pandemia do novo coronavírus com saldo positivo de empregos na Terra das Cataratas. Em março, houve saldo negativo de 1.300 vagas fechadas, com 3.041 em abril (pior mês), 1.396 em maio, 501 em junho, 702 em julho e 119 em agosto.

Entre os motivos para o desempenho ruim da economia de Foz do Iguaçu desde março, o fato de que a pandemia tem afetado, justamente, alguns dos principais motores econômicos locais, como o turismo, comércio e serviços, impactados pela redução das viagens e pelo fechamento das fronteiras com os países vizinhos.

Em 1º de janeiro, Foz do Iguaçu tinha 59.975 empregos no mercado formal. Em 30 de setembro, mesmo com a recuperação de 221 vagas durante o mês, o “estoque” caiu para 53.548, o que significa que 6.427 postos deixaram de existir na economia local, conforme as estatísticas corrigidas do Ministério da Economia, consolidadas nesta quinta-feira.

Já as principais cidades paranaenses apresentaram os seguintes resultados no mês de setembro:
Curitiba – saldo positivo de 4.006.
Londrina – saldo positivo de 903.
Maringá – saldo positivo de 1.154.
Ponta Grossa – saldo positivo de 930.
Cascavel – saldo positivo de 679.
São José dos Pinhais – saldo positivo de 1.314.
Pinhais – saldo positivo de 170.
Colombo – saldo positivo de 383.
Toledo – saldo positivo de 246.

Na microrregião de Foz do Iguaçu, o resultado de setembro foi o seguinte:
Santa Terezinha de Itaipu – saldo positivo de 10.
São Miguel do Iguaçu – saldo negativo de 14.
Medianeira – saldo positivo de 71.
Serranópolis do Iguaçu – saldo positivo de 8.
Matelândia – saldo negativo de 160.
Ramilândia – saldo positivo de 9.
Missal – saldo positivo de 18.
Itaipulândia – saldo negativo de 2.

Dados de Foz do Iguaçu – Caged 2020 (série com ajustes)*:

Janeiro:
2.509 admissões, 2.595 desligamentos.
Saldo negativo de 86.

Fevereiro:
3.160 admissões, 2.663 desligamentos.
Saldo positivo de 497.

Março (início da pandemia):
2.239 admissões, 3.539 desligamentos.
Saldo negativo de 1.300.

Abril (pior mês):
663 admissões, 3.704 desligamentos.
Saldo negativo de 3.041.

Maio:
843 admissões, 2.239 desligamentos.
Saldo negativo de 1.396.

Junho:
1.112 admissões, 1.613 desligamentos.
Saldo negativo de 501.

Julho:
1.353 admissões, 2.055 desligamentos.
Saldo negativo de 702.

Agosto:
1.492 admissões, 1.611 desligamentos.
Saldo negativo de 119.

Setembro:
1.696 admissões, 1.475 desligamentos.
Saldo positivo de 221.

Saldo de janeiro a setembro:
15.067 admissões, 21.494 desligamentos.
Saldo negativo de 6.427.

Postos de trabalho em 1º de janeiro:
59.975.

Postos de trabalho em 30 de setembro:
53.548.

* Fonte: Ministério da Economia / Caged. Os números dos meses anteriores podem sofrer mudanças, para mais ou para menos, em razão de atualizações e correções na base de dados.

Guilherme Wojciechowski – Jornalismo RCI.

One comentário “Foz do Iguaçu tem saldo positivo de empregos pela primeira vez desde o início da pandemia (30/10)”

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.