Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Pior dia, pior semana, pior mês: como está a situação da pandemia em Foz do Iguaçu?

Pior dia, pior semana, pior mês: como está a situação da pandemia em Foz do Iguaçu?

Postado em 29/11/2020 por

Compartilhe Agora!

Infecções pelo novo coronavírus dispararam desde a segunda quinzena de outubro, o que pode levar à adoção de medidas mais duras.

Imagem: Secretaria Municipal de Saúde.

Pior dia, pior semana, pior mês. A sequência de manchetes sobre a pandemia do novo coronavírus em Foz do Iguaçu tem preocupado quem acompanha o noticiário local, com a cidade registrando, desde 20/10, disparada em índices como número de casos e pacientes hospitalizados.

Nas redes sociais e nas ruas, entretanto, muitos iguaçuenses expressam a percepção de que a pandemia “já acabou” ou “está acabando”, algo bem diferente do que mostra o levantamento feito pelo Jornalismo da Rádio RCI Iguassu, tendo como fonte os boletins diários emitidos pela Secretaria Municipal de Saúde (dados atualizados até 31/12):

Spoiler: quase todos os piores índices são dos últimos dias, com a Terra das Cataratas estando no pior momento desde que o vírus chegou à cidade, em 18/03.

Pior mês em registro de casos:
Dezembro fechou o ano com 4.547 casos em seus 31 dias. Até então, o pior mês era novembro, com 4.284 confirmações.

Pior mês em registro de mortes*:
Dezembro teve 77 mortes de moradores de Foz do Iguaçu informadas em seus 31 boletins. Anteriormente, novembro detinha a maior mortalidade: 45 falecimentos.
* Critério utilizado: data de publicação no boletim.

Pior semana em registro de casos:
Entre os dias 06/12 e 12/12, Foz do Iguaçu somou 1.444 casos, média diária de 206,28. Antes, a pior semana tinha sido entre os dias 29/11 e 05/12, com 1.391 moradores infectados.

Pior semana em registro de mortes*:
Entre 29/11 e 05/12, Foz do Iguaçu teve 20 mortes de moradores vitimados pela covid. A semana entre 20/12 e 26/12, teve 17 óbitos, segundo pior registro.
* Critério utilizado: data de publicação no boletim.

Pior dia em registro de casos:
O boletim de 10/12 trouxe a confirmação de 247 novos casos de covid em Foz do Iguaçu. O segundo pior dia foi 15/12, com 243 exames positivos.

Pior dia em registro de mortes*:
Em 21/12, oito pessoas tiveram a morte informada no boletim emitido pela Secretaria Municipal de Saúde, que compilou dados de 72 horas. Em 21/10 e 03/12, o relatório diário trouxe a notícia de cinco falecimentos.
* Critério utilizado: data de publicação no boletim.

Pior média de novos casos:
Dezembro teve a pior média diária de novos casos de covid em Foz do Iguaçu: 146,67. Já a pior média semanal é a do período entre 06/12 e 12/12: 206,28. A pior média móvel (somatória de sete dias corridos) é a do dia 11/12: 210.

Pior registro de pacientes em fase ativa:
No boletim de 16/12, Foz do Iguaçu apresentou 850 moradores em fase ativa (doentes neste momento). Anteriormente, a pior marca era a do boletim de 12/12, 841 pacientes em monitoramento.

Pior registro de pacientes hospitalizados:
Na segunda-feira (30/11), 153 pacientes estavam internados nos 169 leitos exclusivos para covid em Foz do Iguaçu (95 vagas em UTI e 74 em enfermaria). Destes, 11 eram moradores de outras cidades da região. As piores marcas anteriores são todas dos últimos dias.

Acumulado

No boletim desta quinta-feira (31/12), Foz do Iguaçu tem 18.295 casos confirmados, dos quais 17.499 pacientes já estão recuperados e 530 seguem em período de manifestação de sintomas e transmissão do vírus (430 em isolamento domiciliar e 100 internados na rede hospitalar). A Terra das Cataratas já teve, também, 266 mortes em decorrência do novo coronavírus.

Na somatória dos meses de março, abril e maio, Foz do Iguaçu contabilizou 128 casos confirmados e três mortes. Em junho, foram outros 768 casos e oito mortes. Julho fechou com 2.447 casos positivos e 19 mortes. Agosto teve 1.732 confirmações e 31 óbitos. Setembro terminou com 2.173 casos e 42 mortes incluídas nos boletins. Outubro teve 2.216 casos e 41 falecimentos. Novembro terminou com 4.284 casos e 45 mortes. Dezembro, termina hoje com 4.547 casos e 77 óbitos.*
* Critério: data de comunicação no boletim.

Guilherme Wojciechowski – Jornalismo RCI.

10 comentários “Pior dia, pior semana, pior mês: como está a situação da pandemia em Foz do Iguaçu?”

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.