public Notícia
Home/ Notícia
public Notícia

Vice-prefeito diz que não haverá novo “lockdown” em Foz do Iguaçu (17/11)

Mês de novembro, entretanto, tem a pior média diária de casos desde a chegada do novo coronavírus à cidade, em março.

Imagem: Reprodução / Facebook.

Durante participação em transmissão ao vivo no Facebook da Prefeitura de Foz do Iguaçu, o vice-prefeito Nilton Bobato descartou a possibilidade de que um novo “lockdown” seja decretado em Foz do Iguaçu, em razão do aumento dos casos de covid-19 na Terra das Cataratas.

“Não temos qualquer pretensão de fazer qualquer tipo de fechamento desse tipo mais grave, mais severo, mas é preciso entender que as pessoas precisam aprender a se cuidar de novo“, afirmou Bobato, qualificando como eleitoreiros os rumores que circularam pela cidade de que a Prefeitura decretaria, na segunda-feira pós-eleições, medidas de restrição à atividade econômica.

“Nós vamos utilizar a campanha de conscientização, vamos utilizar todos os métodos possíveis, que não seja a paralisação do comércio da cidade, para poder conscientizar as pessoas de que é necessário que cada um se cuide”, disse o vice-prefeito.

“É necessário que o comércio continue tomando cuidado, que o comércio volte a agir no sentido de impedir que as pessoas entrem sem máscara. Precisamos voltar a pedir que os idosos fiquem em casa”, complementou. “A covid não preserva ninguém”.

Nesta terça-feira (17), Foz do Iguaçu teve o registro de 192 novos casos, segunda pior marca diária desde o início da pandemia, atrás apenas dos 229 casos da última quarta-feira (11). A semana que terminou no sábado (14) foi a pior desde que o vírus chegou à Terra das Cataratas, com 912 confirmações.

A ocupação dos leitos hospitalares continua subindo e existe temor de que a estrutura seja insuficiente para o “novo pico” que vem sendo verificado desde o dia 20/10, cinco dias após a reabertura da Ponte da Amizade.

No boletim desta terça, 113 pacientes estavam hospitalizados nos leitos exclusivos para covid-19 em Foz do Iguaçu, entre moradores da cidade e da região. Na enfermaria, a ocupação chegou à inédita marca de 96,8%, enquanto que, na UTI, a 77,3%.

O número de casos ativos (iguaçuenses doentes neste momento) é de 543. Novembro, em 17 dias, tem 1.967 confirmações, devendo ultrapassar, se mantida a atual média diária de 115 novos casos, os 2.447 infectados de julho, pior mês até o momento.

Guilherme Wojciechowski – Jornalismo RCI.

  • message
    Postado por
    Rádio RCI Iguassu AM 1320 - Notícias
  • today
    Data
    17/11/2020
  • folder
    Categoria
    Notícias de Foz
  • code
    Feito por
    Sistema Plug
more Leia também

Copyright © 2020 Sistema Plug Todos os direitos reservados
Desenvolvimento Web Plug | J.S
Copyright © 2020 | Sistema Plug
Desenvolvido | Web Plug