Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Hospital Costa Cavalcanti celebra marca de 600 pacientes recuperados da covid (25/02)

141220HOSPITAL-1-1024×682-1

Postado em 26/02/2021 por

Compartilhe Agora!

Instituição atende pacientes particulares e através do Sistema Único de Saúde (SUS), contando com leitos de UTI e Enfermaria.

Desde que iniciou o atendimento a pacientes com suspeita de covid-19, o Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), mantido pela Itaipu Binacional, em Foz do Iguaçu, já deu alta a mais de 600 pacientes que estiveram internados na instituição por conta do novo coronavírus. São pessoas das mais variadas idades, com e sem comorbidades, que necessitaram de atendimento especializado e capacitado para tratamento.

Para o diretor técnico da instituição, Dr. Rodrigo Romanini, o trabalho em conjunto e humanizado da equipe da linha de frente é um dos pontos que contribuiu para este número. “Temos profissionais das mais diversas áreas atuando e cuidando de cada paciente. A capacidade técnica, o olhar de cuidado, tudo isso reflete nestes resultados”, afirmou.

A marca de altas foi registrada na mesma semana em que a instituição supera outros grandes números relacionados à doença. Só no Pronto Atendimento Respiratório, mais de 15 mil pacientes procuraram atendimento. Já a teleorientação Covid-19, serviço gratuito oferecido aos beneficiários dos convênios médicos atendidos na instituição, recebeu mais de 46 mil contatos.

O Centro de Medicina Tropical (CMT) do HMCC já fez 50.461 exames de RT-PCR – 23.464 provenientes dos municípios que compõem a 9ª Regional de Saúde (Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu, Matelândia, Serranópolis, Medianeira, Ramilândia, Missal e Itaipulândia) e 26.997 coletados no próprio centro hospitalar. O CMT foi habilitado pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-PR) para analisar os exames RT-PCR para covid-19 em março de 2020.

Segundo o diretor-superintendente da instituição, Fernando Cossa, os números mostram a importância dos investimentos realizados pela Itaipu Binacional no centro hospitalar para o enfrentamento desta doença. “Nos preparamos para atender a população. Oferecemos serviços para monitorar a doença desde o início, quando a pessoa tem algum sintoma ou apenas dúvidas, até o momento da alta, quando, curada, ela deixa o nosso hospital”, contou. “Nossa missão é valorizar e salvar vidas, e temos trabalhado incansavelmente para isso”, destacou.

O HMCC conta hoje com 40 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com a covid-19, 22 leitos de enfermaria e outros cinco no Hospital Madre de Dio, em São Miguel do Iguaçu, de retaguarda.

Vacinação

Em janeiro de 2021, o Hospital Costa Cavalcanti iniciou a vacinação dos seus profissionais. Ao todo, mais de 1.200 profissionais que atuam nas mais diversas áreas da instituição já tomaram a 1ª e, parte deles, a 2ª dose da vacina. Médica Infectologista da instituição, a Dra Betânia Bernardo comenta que, assim que autorizado, todos devem se vacinar. “É um compromisso para assumir, de ir e se vacinar quando for a nossa vez. Somente assim poderemos caminhar para o fim da pandemia”, afirmou.

Em Foz do Iguaçu, atualmente, idosos com mais de 85 anos já podem se vacinar. É necessário ir até a Vigilância em Saúde do Município para receber a vacina. Dra Betânia ainda lembra que, até o fim, é necessário manter os cuidados de prevenção. “Não podemos nos descuidar. Se possível, fique em casa, mas se precisar sair para ir ao trabalho ou alguma atividade essencial, use máscara, higienize as mãos com álcool em gel e, principalmente, mantenha distância de outras pessoas e evite aglomerações”, finalizou.

Assessoria HMCC.

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.