OUÇA A RÁDIO AO VIVO

N Notícia

AFP

FOTO: AFP

Com gols de Messi e Ronaldo, Barça e Real empatam no último clássico de Iniesta

Em jogo tenso, time merengue não consegue tirar invencibilidade do Barça

Em jogo movimentado, Barcelona e Real Madrid escreveram mais um capítulo da história do clássico neste domingo, no Camp Nou. No duelo da antepenúltima rodada do Campeonato Espanhol, os arquirrivais empataram por 2 a 2, com gols de Lionel Messi e Luis Suárez pelos catalães, e Cristiano Ronaldo e Gareth Bale para os madrilenhos.

Na tabela, nada mudou nas posições. O líder e já campeão Barcelona soma agora 87 pontos e manteve a invencibilidade na competição. Disputa mais três jogos para se tornar o primeiro campeão invicto da história desde que a liga espanhola tem o atual formato. O Real Madrid segue em terceiro, com 72 pontos, a três do vice-líder Atlético de Madrid.
 
A partida foi equilibrada e à altura do que se espera de um dos maiores clássicos do mundo. Os mais de 97 mil torcedores presentes no Camp Nou viram gols dos principais jogadores, expulsão de Sergi Roberto, lesão de Cristiano Ronaldo, reclamação de pênaltis a favor do Real e muita discussão em campo.

Iniesta, que recentemente anunciou sua saída do clube que o revelou para o futebol após 22 anos, disputou seu 38º e último clássico com a camisa do Barcelona. Ele foi titular e deu lugar a Paulinho aos 12 minutos da segunda etapa. Deixou o campo ovacionado e, ao final da partida, voltou ao gramado para comemorar junto com os companheiros e agradecer aos torcedores.

Pelo lado catalão, Suárez abriu o placar e Messi fez o segundo gol do jogo e o 26º da história do clássico, que o consolida como o jogador que mais marcou na história do duelo. Além disso, em toda a temporada, chegou a 44 gols, um a mais que Salah, do Liverpool, que briga com o argentino pela chuteira de ouro. Cristiano Ronaldo e Bale marcaram para o Real Madrid.

A primeira parte da etapa inicial foi intensa. Nos primeiros 15 minutos, dois gols, reclamação de pênalti e faltas duras. Aos nove minutos, Suárez recebeu cruzamento na medida de Sergi Roberto e bateu de primeira, no contrapé de Navas, abrindo o placar. Seis minutos depois, Cristiano Ronaldo deu as caras. Benzema ajeitou de cabeça para o astro português, que completou para as redes e empatou a partida.

Após o empate, o time merengue cresceu em campo e teve nos pés de Ronaldo e de Benzema ao menos três boas chances de passar à frente no placar. Não fez mas ficou com um jogador a mais depois que Sergi Roberto acertou um soco no rosto de Marcelo ao se irritar com a marcação do brasileiro. Os minutos finais da etapa inicial, aliás, se transformaram em um ringue de MMA, com direito a pontapé de Messi em Sérgio Ramos e solada de Bale em Umtiti, além de desentendimento de Suárez e Ramos.

No segundo tempo, o Real voltou sem Cristiano Ronaldo, que sentiu uma pancada no lance do gol, e viu o rival voltar a ficar à frente no placar. Messi, aos sete minutos, fez o que mais sabe: dribles secos e curtos, e chuto preciso, quase sem ângulo, no canto direito de Navas.

O time madrilenho não se entregou e, se não conseguiu impedir o título antecipado do rival no torneio, ao menos não foi derrotado no clássico. Aos 26 minutos, enfiada de Asensio para Bale acertar lindo chute no ângulo de Ter Stegen e selar o empate. Depois ainda reclamou pênalti em Alba em Marcelo, ignorado pelo árbitro.

OUTRO JOGO

Mais cedo, o Getafe venceu o já rebaixado Las Palmas por 1 a 0 na casa do adversário e retomou a sétima posição, com 52 pontos. O Las Palmas é o vice-lanterna, com apenas 22 pontos, e teve sua queda decretada na 34ª rodada.
 
FONTE: Super Esportes / Estadão Conteúdo
Link Notícia

Contate a RCI

Publicidade

Plug Consultoria e Projetos Plug Consultoria e Projetos

Previsão do Tempo