OUÇA A RÁDIO AO VIVO

N Notícia

© AFP 2018 / THOMAS COEX

FOTO: © AFP 2018 / THOMAS COEX

Israel em alerta máximo para suposto ataque iraniano

As lideranças de Israel estão acusando o Irã de ampliar sua presença militar na Síria nos últimos meses e temem um iminente ataque às suas fronteiras.

Informações compartilhadas Sputnik Brasil

As Forças de Defesa de Israel (FDI) foram colocadas "em alerta máximo", após relatos de "atividade irregular das forças iranianas na Síria".

As FDI também ordenaram às autoridades locais nas Colinas de Golã, controladas por Israel, que "abrissem e preparassem os abrigos [antibomba]".

Após o anúncio do presidente dos EUA, Donald Trump, na terça-feira, de que os EUA se retirariam do acordo nuclear iraniano de 2015, Israel também afirmou que estaria mobilizando as suas forças.

"Estamos convocando reservistas em casos específicos, conforme necessário", disse um porta-voz militar à Reuters.

No início desta semana, relatos divulgados na mídia informavam que o Irã estaria preparando uma resposta aos supostos ataques israelenses contra instalações iranianas na Síria no final de abril.

Israel foi responsabilizado por realizar uma série de ataques contra bases militares na Síria, operadas ou treinadas por forças iranianas. O Observatório Sírio para Direitos Humanos, baseado no Reino Unido, informou que ataques com mísseis em depósitos de armas no norte da Síria mataram 26 militares iranianos. 

As relações entre Tel Aviv e Teerã estão tensas. Israel considera as atividades iranianas na Síria como uma ameaça à segurança nacional. Israel afirmou repetidamente que o Irã estaria construindo uma base militar permanente ao sul de Damasco.

FONTE: SPUTNIK BRASIL
Link Notícia