OUÇA A RÁDIO AO VIVO

N Notícia

© REUTERS / Kacper Pempel/Files

FOTO: © REUTERS / Kacper Pempel/Files

Este malware pode infectar seu computador sem que nenhum antivírus o detecte

Especialistas da empresa de segurança na Internet descobriram um novo vírus em operação desde 2012 sem que ninguém tenha o notado.

Informações compartilhadas Sputnik Brasil

O vírus, denominado Zacinlo, abre sigilosamente publicidade em seu computador e faz capturas de tela sem pedir permissão nem avisar.

Segundo especialistas, a maioria das vítimas se encontra no território dos EUA, mas também há casos na Europa, China e Índia. Quanto aos sistemas operacionais, 90% dos computadores infetados têm instalado o Windows 10, o outros 10% — Windows 7 e 8.

Os programadores conseguiram explicar por que o vírus pode operar desde 2012 às escondidas. O segredo desse programa malicioso é que se instala em forma de rootkit, qual lhe permite manipular o funcionamento do próprio sistema operacional.

Zacinlo pode funcionar de maneira completamente furtiva sem ser detectado pelos sistemas de defesa do Windows ou outros antivírus. Os especialistas da Bitdefender sublinharam que se trata de um malware com um alto nível de complexidade, entrando no 1% de vírus complexos.

Segundo Bogdan Botezatu, analista da empresa, o mais provável é que o vírus tenha sido distribuído como programa gratuito que os usuários instalavam em seus sistemas.

Uma vez infiltrado, Zacinlo ativa um adware que coloca determinados anúncios nos sites que visita a vítima. De fato, o malware opera com os navegadores da Internet mais populares como Edge, Internet Explorer, Firefox, Chrome, Opera e Safari. Os especialistas sublinharam que Zacinlo eliminou os outros adware dos computadores de suas vítimas para alcançar os seus objetivos.

Entretanto, o vírus tem outras funções que supõem maior perigo para os usuários. O Zacinlo é capaz de fazer print da tela da máquina, que compromete a informação pessoal do usuário, incluindo as senhas e dados financeiros. 

Acredita-se que Zacinlo continua ativo depois de operar durante mais de cinco anos. O fato de o vírus continuar sendo desenvolvido e atualizando o confirma. Felizmente há uma maneira de se livrar dele.

"Tendo em consideração que o rootkit pode manipular tanto o sistema operacional como os antivírus, é melhor escanear o equipamento em modo de resgate ao invés do normal", concluiu Botezatu.

 

FONTE: SPUTNIK BRASIL
Link Notícia

Contate a RCI

Publicidade

Plug Consultoria e Projetos Plug Consultoria e Projetos

Previsão do Tempo