OUÇA A RÁDIO AO VIVO

N Notícia

AFP/MLADEN ANTONOV

FOTO: AFP/MLADEN ANTONOV

Real Madrid toma gol no 1º minuto e perde do CSKA; Roma goleia time tcheco

Russos venceram em casa o time espanhol por 1 a 0, no estádio Luzhniki

Informações compartilhadas Superesportes

Atual tricampeão europeu, o Real Madrid sofreu nesta terça-feira, na Rússia, a sua primeira derrota nesta edição da Liga dos Campeões. Em jogo marcado por uma falha de Toni Kroos que resultou no gol adversário já no primeiro minuto de jogo, a equipe foi superada pelo CSKA Moscou por 1 a 0, no estádio Luzhniki, principal palco da última edição da Copa do Mundo.

O bom resultado conquistado em casa fez a equipe russa assumir a liderança isolada do Grupo G da competição continental, com quatro pontos. Já o Real ficou na terceira posição da chave, com três pontos, mesma pontuação da vice-líder Roma, que em outra partida do dia goleou o Viktoria Plzen por 5 a 0, na Itália. Derrotada, a equipe tcheca é a lanterna, com um ponto.

O Real havia estreado na competição com uma boa vitória por 3 a 0 sobre a Roma, na Espanha, onde agora terá de buscar a reabilitação no próximo dia 23, contra o Viktoria Plzen, pela terceira rodada desta chave. No mesmo dia, o time romano receberá o CSKA na capital italiana.

No confronto desta terça em Moscou, o Real começou a se complicar logo cedo. No primeiro minuto, o alemão Kroos foi tentar dar um passe para trás quando a bola estava no alto, mas pegou mal na bola e acabou dando um presente ao meia Vlasic, que se livrou da marcação do zagueiro Varane e tocou na saída do goleiro Navas para abrir o placar.

Sem o meia Modric, craque que acabou começando o duelo entre os reservas, o Real quase empatou o duelo aos 27 minutos com o brasileiro Casemiro. Após uma roubada de bola, ele avançou com a bola e arriscou o chute de fora da área, mas acertou o pé da trave direita do goleiro Akinfeev.

E a sorte estava mesmo do lado do CSKA na capital russa. Aos 39 minutos, Benzema recebeu um cruzamento da direita e cabeceou, mas a finalização foi no travessão. Pouco depois, aos 42, o técnico Julen Lopetegui se viu obrigado a fazer a sua primeira substituição porque o lateral Carvajal sentiu uma lesão e deu lugar a Odriozola.

Em desvantagem no placar, o Real não conseguiu criar boas chances de gol nos primeiros minutos da etapa final. Insatisfeito com o que via, o treinador do Real resolveu fazer duas substituições de uma vez só aos 11 minutos, quando Casemiro e Lucas Vázquez saíram para as respectivas entradas de Modric e Mariano Díaz.

Relacionado pela primeira vez para um jogo de Liga dos Campeões do Real Madrid, o atacante brasileiro Vinicius Junior viu, naquele momento, acabarem as suas chances de atuar na Rússia, pois Lopetegui já havia estourado as três substituições que podia fazer.

E as alterações promovidas pelo treinador não surtiram o efeito desejado, pois o Real seguia sofrendo para criar jogadas de ataque. Só nos minutos finais é que se viu mais próximo de empatar o jogo. Primeiro com Modric cabeceando para fora um cruzamento de Ceballos aos 41. E depois, aos 44, o time espanhol voltou a acertar a trave em uma cabeçada de Mariano ao completar um cruzamento de Odriozola.

Nos acréscimos, Varane por muito pouco também não empatou em uma cabeçada, enquanto o goleiro Akinfeev ainda foi expulso por reclamação. Nervoso com o tempo extra dado pelo juiz, ele xingou o árbitro romeno Ovidiu Hategan e levou o cartão vermelho. Na última segunda-feira, o jogador havia anunciado a sua aposentadoria da seleção russa.

ROMA ATROPELA - Se por um lado o Real decepcionou, por outro a Roma atropelou o Viktoria Plzen por 5 a 0, no Estádio Olímpico, com três gols do atacante bósnio Dzeko. Já no primeiro tempo o jogador balançou as redes por duas vezes. Aos 3 minutos, abriu o placar ao receber assistência do sérvio Kolarov. Mais tarde, aos 40, ele completou passe do turco Under para ampliar para 2 a 0.

E o mesmo Under fez o terceiro gol da Roma, aos 19 minutos da etapa final, desta vez após passe de Pellegrini. A defesa do time tcheco seguia dando espaços e, aos 28, uma falha do goleiro Kozacik foi decisiva para mais uma bola na rede. Under chutou cruzado da direita da entrada da área, sem muita força, mas Kozacik deu rebote e o holandês Justin Kluivert, filho do ex-atacante Patrick Kluivert, só teve o trabalho de completar para o gol.

Nos acréscimos, aos 47, Florenzi cobrou um escanteio pela direita e Dzeko, com liberdade no centro da grande área, cabeceou para selar o 5 a 0. Passeio em Roma.
FONTE: Super Esportes / Estadão Conteúdo
Link Notícia

Contate a RCI

Publicidade

Plug Consultoria e Projetos Plug Consultoria e Projetos

Previsão do Tempo