OUÇA A RÁDIO AO VIVO

N Notícia

LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA/fotospublicas.com

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA/fotospublicas.com

Grêmio vence o Vasco por 2 a 1 em casa e tira o São Paulo do G4 do Brasileirão

No segundo gol, o goleiro vascaíno Martín Silva falhou na defesa

Informações compartilhadas Superesportes

Determinado a buscar uma vaga no G4 (zona de classificação à fase de grupos da Copa Libertadores), o Grêmio contou com uma grande falha do goleiro Martín Silva para vencer o Vasco por 2 a 1, neste domingo à tarde em sua arena pela 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O goleiro tentou encaixar um chute de longe de Matheus Henrique e engoliu um "frango" aos 49 minutos do segundo tempo, quando o empate parecia ser o resultado final.

Literalmente com a mãozinha do goleiro vascaíno, o time gaúcho assumiu a quarta posição. Atingiu os mesmos 58 pontos do São Paulo, mas leva vantagem no número de vitórias: 16 a 15. A equipe carioca segue com 38 pontos, somente três pontos a mais do que o Vitória (35), que abre a zona de rebaixamento. 

Como era esperado, o Grêmio começou melhor, usando a velocidade para ir ao ataque. Aos seis minutos, aplicou uma verdadeira blitz na defesa vascaína, que terminou com Ricardo aliviando quase em cima da linha um chute de Jael. 
 
Mas, logo na sua primeira descida ao ataque, o time carioca abriu o placar aos 11 minutos. Maicon errou o passe no meio-campo, recuperado por Thiago Galhardo. Ele lançou Máxi Lopez em velocidade e este devolveu a bola com uma assistência de muita categoria, de calcanhar. Já dentro da área, Galhardo bateu de chapa na saída desesperada do goleiro Paulo Victor. 

Por alguns instantes, os gremistas se desestabilizaram. O empate, porém, não demorou a sair. Léo Moura, o jogador mais velho em campo com 40 anos, desceu com liberdade pelo lado direito, passou por dois adversários e na linha de fundo deu a cavadinha para o outro lado. Jael entrou com tudo de cabeça e empatou aos 19 minutos.

Mais aliviado, o Grêmio diminuiu o ritmo, mesmo porque não conseguiria fazer a marcação alta pelo tempo todo com um calor alto de 33 graus. Tanto que aos 28 minutos houve a parada técnica para hidratação. O Vasco deixou o tempo passar e levou o empate para os vestiários.

O segundo tempo recomeçou sob forte calor e sem nenhum mudança nos dois times. O Grêmio tentou, de novo, fazer sua pressão inicial, mas encontrou o Vasco muito bem armado na defesa, bloqueio as infiltrações e nem dando chances para os chutes de longa distância. 

O técnico Renato Gaúcho se mostrava incomodado no banco de reservas. Aos 14 minutos rejuvenesceu o meio-campo com a entrada de Jean Pyerre no lugar do veterano Cícero. Depois renovou o fôlego com Matheus Henrique no lugar de Maicon e, por fim, arriscou com o atacante Marinho na vaga do lateral Léo Moura. Enquanto o Grêmio tentava achar o caminho do gol, o Vasco apenas se defendia, inclusive, abrindo mão dos contra-ataques. 

O time gaúcho criou algumas chances. Aos 26 minutos, de falta, Alisson obrigou Martin Silva a espalmar para escanteio. Aos 31 foi a vez de Alisson chutar e a bola explodir no peito de Luiz Gustavo, já na pequena área, e aos 34 minutos Marinho bateu de primeira o cruzamento de Alisson e a bola tirou tinta da trave esquerda.

E um lance fortuito mudou a história do jogo. Ele aconteceu aos 49 minutos, quando Matheus Henrique recebeu a bola na intermediária e resolveu arriscar. A bola não saiu forte e à meia altura. Martín Silva tentou segurá-la na frente do corpo, mas ela subiu e caiu no seu gol. Ele foi confortado por todos os companheiros e deixou o gramado cabisbaixo.

No meio de semana, pela 34.ª rodada, o Grêmio vai enfrentar justamente o São Paulo, quinta-feira, às 19 horas no Morumbi. Na quarta-feira, às 19h30, o Vasco vai receber o Atlético-PR. 

GRÊMIO 2 X 1 VASCO

GRÊMIO

Paulo Victor; Léo Moura (Marinho), Pedro Geromel, Paulo Miranda e Bruno Cortez; Michel, Maicon (Matheus Henrique), Alisson, Cícero (Jean Pyerre) e Everton; Jael
Técnico: Renato Gaúcho

VASCO
Martín Silva; Luiz Gustavo (Lucas Kal), Oswaldo Henriquez, Ricardo e Ramon; Willian Maranhão, Andrey, Thiago Galhardo (Raul), Yago Pikachu e Marrony (Rildo); Maxi López. Técnico: Alberto Valentim

GOLS - Thiago Galhardo, aos 11, e Jael aos 19 minutos do primeiro tempo. Matheus Henrique, aos 49 minutos do segundo
ÁRBITRO - Raphael Claus (SP)
CARTÕES AMARELOS - Paulo Miranda e Marinho (Grêmio); Ricardo, Yago Pikachu, Martin Silva e Thiago Galhardo (Vasco)
RENDA - R$ 666.258
PÚBLICO 20.763 pagantes (22.622 total)
LOCAL - Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS)
FONTE: Super Esportes / Estadão Conteúdo
Link Notícia

Contate a RCI

Publicidade

Plug Consultoria e Projetos Plug Consultoria e Projetos

Previsão do Tempo