Ouça agora na Rádio

N Notícia

Belfort garante aposentadoria e diz que só volta a lutar por 'muito dinheiro'

FOTO: Reprodução / Instagram

Belfort garante aposentadoria e diz que só volta a lutar por 'muito dinheiro'

Brasileiro se despedirá no domingo e estipula valor milionário para retorno

Todas as informações compartilhadas Superesportes
 
Aos 40 anos, Vitor Belfort vive os últimos momentos como lutador profissional de MMA. Ao menos, é a intenção do Fenômeno, que se despedirá do octógono no UFC Fight Night 124, neste domingo, em St. Louis (EUA), diante de Uriah Hall. O brasileiro ressaltou que não pretende declinar da aposentadoria, a não ser em caso de proposta irrecusável de outra companhia. 
 
Em conversa com jornalistas brasileiros, nesta quinta-feira, Belfort disse que só repensaria a aposentadoria em caso de uma oferta que valesse muito a pena. Ele até estipulou valor da bolsa: US$ 10 milhões, ou cerca de R$ 32 milhões. “US$ 10 milhões para começar a conversar. Esse é o número. Aí podemos começar a conversar...muito dinheiro, muitos milhões”, frisou.
 
Mesmo aposentado, ele garantiu que não abandonará o esporte que mais ama e continuará treinando na academia. “De qualquer maneira, sempre treinarei e me dedicarei por vontade. Tenho muitos amigos lutadores, então sempre estarei preparado porque eu amo fazer isso, é o meu estilo de vida. Então tem que ser algo muito, muito interessante porque eu estou feliz com minha decisão”, acrescentou.
 
O Fenômeno está com foco voltado para uma despedida digna do UFC, se possível com vitória em St. Louis. “Meu amigo, isso aqui é uma luta. Você não pode relaxar e dizer adeus. É um esporte muito sério, o prazer que sinto é de estar lá. É um bom card, cheio de campeões, grandes estrelas e lutadores promissores nesse esporte. Estou muito feliz com tudo que conquistei e por terminar assim. Estou me sentindo especial”, declarou.
 
Depois de duas derrotas seguidas e um No Contest (luta sem resultado), Belfort interrompeu o jejum de vitórias ao bater Nate Marquardt por decisão unânime, no UFC 212, em junho do ano passado, no Rio de Janeiro. Campeão do torneio dos pesos pesados da organização, em 1997, o Fenômeno ainda conquistou o cinturão dos meio-pesados em 2004, diante de Randy Couture. No peso médio, disputou o título contra Anderson Silva e Chris Weidman, sendo derrotado por nocaute e nocaute técnico, respectivamente.
 
UFC Fight Night 124
 
Neste domingo, a partir das 21h (de Brasília)
Scottrade Center, em St. Louis, Missouri (EUA)
 
Card principal
Jeremy Stephens x Doo Ho Choi
Uriah Hall x Vitor Belfort
Paige VanZant x Jessica-Rose Clark
Kamaru Usman x Emil Meek
 
Card preliminar
Darren Elkins x Michael Johnson
James Krause x Alex White
Matt Frevola x Marco Polo Reyes
Thiago Alves x Zak Cummings
Kalindra Faria x Jessica Eye
Talita Bernardo x Irene Aldana
Danielle Taylor x JJ Aldrich
Mads Burnell x Michael Santiago
Kyung Ho Kang x Guido Cannetti
FONTE: SUPER ESPORTES
Link Notícia

Peça sua Música

Previsão do Tempo