OUÇA A RÁDIO AO VIVO

N Notícia

Divulgação

FOTO: Divulgação

Experiência turística poderá ser aprimorada com aplicativo desenvolvido por startup do PTI

O TARS deve ser lançado para as plataformas Android e iOS em breve.

Um jogo de realidade aumentada que funcione como uma rede de troca de descontos e ajude na divulgação de atrações turísticas. Este é o objetivo das sócias da TARS, uma das nove empresas selecionadas para o processo de incubação ofertado pelo Parque Tecnológico Itaipu em 2019.

A ideia do aplicativo surgiu dentro de uma sala de aula, e nesse meio tempo, em maio do ano passado, a ideia já conquistava o Hackatour Cataratas, uma maratona de programação em que a missão das equipes era apresentar soluções ao setor turístico de Foz do Iguaçu.

Agora, após serem selecionados entre 120 projetos inscritos para tentar uma das nove vagas da Incubadora, elas esperam faturar e ampliar o negócio. No PTI, a incubação para cada projeto aprovado pode se estender até três anos, contando ainda com o acompanhamento técnico do Programa de Desenvolvimento de Negócios do Parque, desde o processo de abertura da empresa até o amadurecimento.

O TARS deve ser lançado para as plataformas Android e iOS em breve. Mais do que aprimorar a experiência dos turistas, o jogo deve ter um caráter de competição para despertar ainda mais o interesse do público.

Ao capturar certa quantidade de mascotes de uma atração, o usuário teria direito a um brinde. Antes dessa etapa, os empreendedores passaram por um processo de pré-incubação, com a participação em capacitações nas áreas de mercado, gestão e pessoas, tecnologia e finanças.

Para a validação dessas ideias, os inscritos passam por uma banca avaliadora, composta por empresários e investidores.

FONTE: RCI
Link Notícia

Contate a RCI

Publicidade

Plug Consultoria e Projetos Plug Consultoria e Projetos

Previsão do Tempo