OUÇA A RÁDIO AO VIVO

N Notícia

Itaipu Binacional (arquivo)

FOTO: Itaipu Binacional (arquivo)

Refúgio Bela Vista ganha dois filhotes de onça

Apresentação dos recém-nascidos será na data em que o Refúgio completa 35 anos de criação.

O Refúgio Biológico Bela Vista (RBV), de Itaipu Binacional, em Foz do Iguaçu, registrou no começo do mês de junho seu segundo caso de reprodução em cativeiro de onças-pintadas.

Na noite do dia 01º de junho, a onça-pintada melânica Nena deu à luz um filhote de onça-pintada melânico; e horas depois, no dia 02 de junho, nasceu outro filhote, mesclado como o pai, Valente.

Em cerimônia para celebrar o aniversário de 35 anos do RBV, nesta quinta-feira (27), os filhotes serão apresentados à imprensa. Na ocasião, será feita a sexagem (processo visual para saber se são macho ou fêmea) e avaliação geral, para verificar a saúde dos filhotes.

A gestação das onças-pintadas dura cerca de 100 dias, com possibilidade de nascimento de até quatro filhotes. Os bebês nascem cegos e passam a enxergar depois de duas semanas de vida.

Para garantir a integridade das onças, mãe e filhotes ocupam espaço diferente do macho, que não desenvolve instintos para cuidar dos filhotes e pode machucá-los.

Histórico

A primeira onça-pintada a chegar ao RBV foi Juma, em 2002, capturada na região do Parque Nacional do Iguaçu. Ela ganhou um companheiro em 2007, o Tonhão, vindo do Zoológico do Município de Ilha Solteira.

Foram feitas várias tentativas de aproximação entre eles para que gerassem filhotes, mas não houve sucesso. Tonhão morreu em 2014, aos 19 anos. Juma morreu com 24 anos, em 2016.

Em 2007 chegou ao RBV a onça-pintada Valente, filhote encontrado abandonado numa fazenda na divisa entre Mato Grosso do Sul e São Paulo.

Em 2016, chega a onça-pintada melânica Nena, aos três anos de idade, vinda de uma fazenda no Mato Grosso do Sul, na divisa com Goiás. Ela foi doada pela unidade de conservação pelo Criadouro Científico Instituto Onça-Pintada (GO).

Em setembro de 2016 aconteceram os primeiros encontros entre Nena e Valente. Três meses depois, em 28 de dezembro de 2016, nasceu a onça-pintada melânica Cacau. Foi o primeiro caso de sucesso de reprodução de onças no RBV em 14 anos de tentativas.

FONTE: Itaipu Binacional
Link Notícia

Contate a RCI

Publicidade

Plug Consultoria e Projetos

Previsão do Tempo