OUÇA A RÁDIO AO VIVO

N Notícia

Prefeitura Municipal

FOTO: Prefeitura Municipal

Coleta Seletiva chega à região da Vila "A" e Três Bandeiras

Programa também vai atender aos bairros da KLP e Lancaster.

O Governo Municipal de Foz do Iguaçu, através da Secretaria de Meio Ambiente (SMMA), lança nesta quarta-feira (10), a quinta etapa do Programa de Coleta Seletiva no bairro Itaipu A. A cerimônia, que contará com a presença do prefeito Chico Brasileiro, terá inicio as 8h30 na Associação de Moradores da Vila A (AMVA), na Av. Silvio Américo Sasdelli, 1010.

Nesta etapa, alem do bairro Itaipu A, o programa atenderá as regiões da KLP, Lancaster e Três Bandeiras, chegando a 43 mil moradores. "Por ser uma grande região, a coleta acontecerá nas quartas-feiras nos bairros Itaipu A e KLP e nas quintas-feiras no Três Bandeiras", adiantou a secretária de Meio Ambiente Angela Meira. Os materiais recicláveis coletados nessa região serão destinados a três Centros de Triagem, no Porto Belo, Belvedere e Petrópolis.

Para orientar os moradores sobre a adesão ao programa, catadores da COAAFI (Cooperativa dos Agentes Ambientais de Foz do Iguaçu) estão realizando visitas de casa em casa desde o mês passado. "Os catadores passam entregando uma sacola de ráfia e um informativo em forma de imã de geladeira, com a indicação de quais materiais devem ser separados e qual o dia da coleta em cada bairro”, explicou Angela.

Além do plástico, do papel e do vidro, o programa também recebe óleo de cozinha residual. "Este material é levado ao centro de triagem e uma empresa de Cascavel faz o reaproveitamento", disse Rosani Borba, coordenadora do programa. "Vale lembrar que o armazenamento do óleo deve ser feito em garrafas pet. O vidro deve estar separado do restante dos materiais, numa sacola ou em caixa de papelão, e não dentro da sacola de rafia", orientou.

Com esta nova etapa, o Programa de Coleta Seletiva atenderá quase 160 mil habitantes de cinco grandes regiões: Itaipu C, Cidade Nova, Três Lagoas, Morumbi e Itaipu A, o que corresponde a 60% da cidade. A meta é chegar a 100% das moradias urbanas até o final deste ano.

Desde o início das atividades, em junho de 2018, mais de 300 toneladas de materiais foram recolhidos, deixando de ir para o aterro sanitário, gerando economia de dinheiro público e aumento da vida útil do aterro. Outro benefício do programa foi o aumento na renda dos 97 catadores cadastrados na COAAFI, que passaram de uma media de R$ 900,00 para de R$ 1.500,00 por mês.

Através de uma parceria com o Governo do Estado, o município recebeu em maio deste ano, oito novos caminhões para a Coleta Seletiva e contratou oito motoristas, aprovados no último concurso público. O investimento neste programa soma mais de R$ 17 milhões, e conta também com o apoio da Itaipu Binacional.

De acordo com a Lei 303/2018 que criou as novas denominações de bairros de Foz do Iguaçu, serão contemplados todos os loteamentos do bairro Itaipu A (antiga Vila A). No Três Bandeiras, serão contemplados os loteamentos Jardim Imperatriz, Pilar Campestre e Jardim das Palmeiras. No Lancaster serão: Lancaster 1, 2, 3 e 4, Jardim Ana Cristina, Jardim Canadá 1 e 2, Curitibano 4, Jardim Dona Rocca, Parque Presidente e Jardim Duarte. Na KLP: Jardins Karla, Laranjeiras, Petrópolis, Paraná, Estrela e Belvedere.

O Programa de Coleta Seletiva é desenvolvido pela Cooperativa dos Agentes Ambientais de Foz do Iguaçu (COAAFI), por meio de um Termo de Colaboração assinado com o Governo Municipal e coordenado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

FONTE: Prefeitura Municipal
Link Notícia

Contate a RCI

Publicidade

Plug Consultoria e Projetos

Previsão do Tempo