OUÇA A RÁDIO AO VIVO

N Notícia

Sara Cheida / Itaipu Binacional

FOTO: Sara Cheida / Itaipu Binacional

Ministra Damares participa de eventos em Foz do Iguaçu

Ministra da Mulher cumpriu agenda na Receita Federal do Brasil e na usina de Itaipu.

Nesta quinta-feira (01), o Governo Federal fez o pré-lançamento em Foz do Iguaçu, da campanha “Criança não é brinquedo”, que faz parte das políticas públicas de enfrentamento à violência sexual. A solenidade ocorreu na Alfândega da Receita Federal e contou com as presenças da Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves e do prefeito Chico Brasileiro.

“É uma alegria estar nesta cidade maravilhosa fazendo o pré-lançamento desta campanha. Infelizmente, no Brasil ainda há inúmeros registros de abusos em crianças, e com esta campanha estamos dizendo a todos e todas que nós vamos enfrentar este problema. Criança brinca, mas não é brinquedo”, enfatizou Damares.

Nesta quinta-feira, a Receita Federal entregou 20 toneladas de brinquedos, avaliados em R$ 996 mil, além de cartilhas educativas para crianças do Norte e Nordeste. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), estas são as regiões de maior concentração de crianças e adolescentes entre 0 e 14 anos vivendo em situação de vulnerabilidade social.

A campanha será realizada mediante parceria entre o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), Ministério da Defesa e Ministério da Economia, por meio da Receita Federal.

A iniciativa pretende alcançar cerca de 50 mil crianças que vivem na extrema pobreza, previamente cadastradas pelas entidades envolvidas no projeto que tem como foco, a entrega de brinquedos e na distribuição de cartilhas educativas.

Itaipu Binacional

A ministra Damares Alves afirmou nesta quinta que pretende levar a experiência do projeto de canoagem Meninos do Lago, desenvolvido por Itaipu Binacional e parceiros, para regiões ribeirinhas do Brasil. Segundo ela, a ideia é fazer um projeto-piloto na Ilha de Marajó, no Estado do Pará, atendendo crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

“Itaipu faz um trabalho social incrível, que precisa ser replicado”, defendeu. “É um trabalho social que deu certo aqui, que já produziu campeões mundiais, e queremos levar também para a ilha da Marajó. Porque lá nós também temos campeões mundiais anônimos, esquecidos. Vamos atrás deles. Espero que essa parceria [com Itaipu] seja para vida toda”, completou.

A ministra cumpriu agenda no Parque da Piracema, onde conheceu o projeto e conversou com coordenadores e jovens atendidos pelo programa. A ministra também fez uma visita técnica à usina, conheceu o circuito turístico e participou de uma reunião de trabalho no Centro Executivo da Itaipu, na Vila A, onde foi recebida pelo diretor-geral brasileiro, Joaquim Silva e Luna, e pelos diretores de Coordenação, Luiz Felipe Carbonell, e técnico executivo, Celso Torino.

Durante a reunião, Damares conheceu outros projetos na área de responsabilidade social de Itaipu e também o trabalho da Rede Proteger, composta por cerca de 40 entidades da região (entre elas, a própria Itaipu) e que atua na área de proteção e garantia dos direitos da criança e do adolescente na região. A apresentação foi feita pelo assistente da Diretoria de Coordenação, Márcio Ferreira Bortolini.

A ministra disse ainda que visitar Itaipu era um sonho e que teve a expectativa superada. “Saio da maior geradora de energia do mundo com a energia renovada”, afirmou, “e disposta a continuar acreditando que o sonho é possível. Porque Itaipu é um sonho que foi realizado”.

FONTE: Prefeitura Municipal e Itaipu Binacional
Link Notícia

Contate a RCI

Publicidade

Previsão do Tempo