OUÇA A RÁDIO AO VIVO

N Notícia

Câmara Municipal

FOTO: Câmara Municipal

Presidente da Câmara de Foz pede união entre lideranças políticas

Nesta quinta-feira, dois vereadores que tinham sido cassados em julho de 2017 foram reintegrados à casa.

A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu reconduziu aos cargos, na manhã de ontem (08), os vereadores Edílio Dall´Agnol e Darci Siqueira, que tinham sido cassados em julho de 2017. O ato atendeu decisão judicial que suspendeu a cassação e determinou a recondução dos parlamentares.

Após a leitura do termo, feita pela 1ª secretária da casa, vereadora Rosane Bonho, os parlamentares reconduzidos fizeram breve discurso, no qual se comprometeram a trabalhar em prol das causas da cidade. Edílio volta na vaga de Anderson Andrade e Darci ocupa a cadeira de Adenildo Kako.

Beni aproveitou a oportunidade para pedir a união das lideranças políticas, para que trabalhem em prol das necessidades mais urgentes do município, em áreas como saúde, educação e obras. Após o ato administrativo, Edílio e Darci já participaram das sessões de ontem no plenário da casa.

O presidente da Câmara disse, ainda, que vai convocar reunião de emergência para definir a composição das comissões legislativas após as mudanças que levaram às saídas dos vereadores Marcelinho Moura, Anderson Andrade e Adenildo Kako, substituídos por Anice, Edílio e Darci.

A mais desfalcada é a Comissão Mista, da qual Anderson, Kako e Marcelinho eram integrantes. Estão sem dois de seus membros, também, as comissões de Legislação, Justiça e Redação; Economia, Finanças e Orçamento; Obras, Urbanismo, Serviços Públicos, Ecologia e Meio Ambiente; e Educação, Cultura, Esporte, Saúde, Assistência Social e Defesa do Cidadão. A comissão de Turismo, Indústria, Comércio, Assuntos Fronteiriços e Segurança Pública, por sua vez, perdeu seu vice-presidente.

As comissões têm como incumbência a análise das matérias em tramitação na casa e a elaboração de pareceres pela aprovação ou rejeição dos conteúdos.

A composição da Câmara ainda pode sofrer novas mudanças, caso outros dois vereadores cassados em 2017, Luiz Queiroga e Rudinei de Moura, também consigam decisões favoráveis junto ao Judiciário.

FONTE: RCI
Link Notícia

Contate a RCI

Publicidade

Previsão do Tempo