OUÇA A RÁDIO AO VIVO

N Notícia

Divulgação

FOTO: Divulgação

Decisão impede transferência de funcionários de Itaipu para Foz do Iguaçu

De acordo com a hidrelétrica, cerca de 150 pessoas trabalham na capital.

A juíza Christiane Bimbatti, da 4ª Vara de Curitiba vetou a transferência dos funcionários da Itaipu residentes em Curitiba para Foz do Iguaçu. Segundo a juíza a legislação apenas autoriza transferência de empregados se estiver disposto no contrato ou se ocupam cargos de gerência. Mesmo nestes casos, a medida deve ser plenamente justificada

A empresa defende que a transferência de localidade serve para atingir os ideais econômicos da usina. Em contrapartida, a juíza alega que a tese é retórica e genérica, pois não há comprovação dos benefícios que a transferência pode oferecer.

O principal objetivo da usina era manter apenas um escritório de representação em Curitiba, com estrutura enxuta. De acordo com a hidrelétrica, cerca de 150 pessoas trabalham na capital. Para que a transferência seja autorizada, é necessário que seja justificada a ocupação efetiva dos funcionários. A decisão acatou pedido do Sindenel, sindicato que representa parte dos funcionários da empresa.

A Itaipu informa que irá recorrer da decisão e também fará a orientação a seus funcionários sobre os procedimentos necessários para dar cumprimento à ordem judicial.

FONTE: RCI
Link Notícia

Contate a RCI

Publicidade

Previsão do Tempo