Ouça agora na Rádio

foto-locutor

Buscando...

Buscando...

Destaques

Notícias de Foz

Compartilhe agora

Pior dia da pandemia: 229 novos casos e quatro mortes pela covid em Foz do Iguaçu (11/11)

Postado em 11/11/2020 por

img-page-categoria

*Fonte imagem : Pior dia da pandemia: 229 novos casos e quatro mortes pela covid em Foz do Iguaçu (11/11)*


Boletim diário também aponta que, nas últimas 24 horas, 140 moradores da cidade foram dados de alta das medidas de isolamento.

Imagem: Secretaria Municipal de Saúde.

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou, no boletim desta quarta-feira (11), 229 novos casos de moradores infectados pela covid-19, pior registro para um único dia em Foz do Iguaçu desde o início da pandemia, superando 16/07 (168 casos). Também nas últimas 24 horas, 140 iguaçuenses foram dados de alta das medidas de isolamento ou dos hospitais. Infelizmente, quatro óbitos foram reportados no boletim diário (clique aqui para obter os detalhes).

Leia Também: Campanha de multivacinação é prorrogada nas unidades básicas de saúde de Foz do Iguaçu.

Os novos infectados são 135 mulheres e 94 homens, com idades entre um e 87 anos. Dos confirmados no boletim de hoje, 226 apresentam apenas sintomas leves e estão sendo monitorados em isolamento domiciliar, com três tendo necessitado de hospitalização.

No acumulado desde o primeiro registro, a cidade tem 10.680 casos confirmados, dos quais 10.089 pacientes já estão recuperados e 431 seguem em período de manifestação de sintomas e transmissão do vírus (355 em isolamento domiciliar e 76 internados na rede hospitalar). A Terra das Cataratas já teve, também, 160 mortes em decorrência do novo coronavírus.

Leia Também: Foz do Iguaçu perde o médico Jonathan Pliacekos, vítima da covid-19.

Na somatória dos meses de março, abril e maio, Foz do Iguaçu contabilizou 128 casos confirmados e três mortes. Em junho, foram outros 768 casos e oito mortes. Julho fechou com 2.447 casos positivos e 19 mortes. Agosto teve 1.732 confirmações e 31 óbitos. Setembro terminou com 2.173 casos e 42 mortes incluídas nos boletins. Outubro teve 2.216 casos e 41 falecimentos. Novembro, em 11 dias, registra 1.216 casos e 16 mortes.

A taxa de ocupação dos 75 leitos de UTI Covid está em 56%, com 42 moradores de Foz do Iguaçu ou municípios da região internados na somatória das 70 vagas existentes nos hospitais Padre Germano Lauck e Ministro Costa Cavalcanti, além das cinco disponibilizadas no Hospital Madre de Dio, em São Miguel do Iguaçu.

Leia Também: Em 10 dias, Foz do Iguaçu passa de 9.000 para 10.000 casos de covid (06/11).

Já quanto aos 64 leitos de enfermaria, a ocupação medida no boletim desta quarta-feira ficou em 70,3%. Do total de 87 pacientes hospitalizados nos leitos exclusivos para covid na Terra das Cataratas (UTI + Enfermaria, confirmados + suspeitos), pelo menos nove são procedentes de outras cidades.

(NOTA DA REDAÇÃO: dos 76 pacientes de Foz do Iguaçu hospitalizados com diagnóstico de covid, que aparecem na tabela que está no topo deste boletim, 63 estão em leitos exclusivos e 13, já sem riscos de transmissão do vírus a terceiros, foram transferidos para outras alas hospitalares. Na tabela abaixo há outros 15 internados, que ainda aguardam confirmação laboratorial).

Imagem: Secretaria Municipal de Saúde.

Dos 40.087 exames considerados pela Secretaria Municipal de Saúde, 29.407 deram resultado negativo. Nas últimas 24 horas, foram incluídos no boletim 568 exames, dos quais 229 deram resultado positivo e 339 deram negativo.

Em relação ao tipo de transmissão, dos 10.680 infectados, 95,8% contraíram o vírus na própria cidade (79,3% por transmissão comunitária e 16,5% por transmissão local). Os casos importados de outras localidades ou países, que predominaram nas primeiras semanas da pandemia, agora representam apenas 4,2% dos casos confirmados.

Leia Também: Foz do Iguaçu corre risco de nova epidemia de dengue, paralela à covid.

No boletim desta quarta, apenas o Distrito Sanitário Nordeste (Três Lagoas) aparece listado como de “Risco”, levando em consideração o indicador-padrão que traça uma média de casos para cada grupo de 100 mil habitantes.

Os distrito sanitários Norte (região entre a Vila “A” e a usina de Itaipu), Sul (Porto Meira e Vila Carimã), Leste (Morumbi) e Oeste (Centro e arredores), bem como a média geral da cidade, estão listados como em “Emergência”.

A média móvel de casos, que considera os registros dos últimos sete dias, está em 127,57 confirmações por dia, a pior até o momento em Foz do Iguaçu.

índice de isolamento social, que é elaborado com base nos dados das operadoras de telefonia quanto aos deslocamentos dos usuários de telefones celulares, ficou em 39,8% no último dado disponível (terça-feira).

Guilherme Wojciechowski – Jornalismo RCI.

2 comentários “Pior dia da pandemia: 229 novos casos e quatro mortes pela covid em Foz do Iguaçu (11/11)”

Deixe um comentário

Ao enviar um comentário você concorda com nossas politicias de comentários, saiba no link ao lado. política de comentários